Loft for Life pelo escrtório DW5 Arquitetura dos Arquitetos Dany Bitencourt e Wagner Costa para a Casa Cor RS

Embalado pela trilha sonora inspiradora do romance agridoce “Begin Again” ou “Mesmo se Nada der Certo” (2014), o Loft for Life é um espaço pensado e dedicado à vida a dois. Ousando criar um cenário para adultos, um espaço de cumplicidade, inspirado em pessoas de carne osso. A ideia não é ostentar e sim garantir a integridade, satisfação e o conforto usando a tecnologia para isso. Buscamos explorar as complexidades dos indivíduos, onde a soma das vivências e conquistas pessoais refletem diretamente na arquitetura, na escolha dos objetos e obras de arte. A ideia é surpreender e emocionar em todos os detalhes. 

 

Os Lofts, apesar de serem super atuais, surgiram há muito tempo. Alguns creditam ao arquiteto Le Corbusier os primeiros traços de um loft residencial, ainda nos anos 1920. Porém, o conceito de loft urbano foi consagrado em Nova Iorque, entre os anos 50 e 70, quando antigos edifícios industriais, galpões e armazéns passaram a ser convertidos em lares para profissionais liberais, artistas, publicitários e executivos. A revitalização de seus entornos e filmes como Flashdance (1983), Quero Ser Grande (1988) e Ghost (1990) colaboraram para a moda dos lofts, e, desde então, eles se transformaram não só em um tipo de morada com características arquitetônicas específicas, mas em um estilo de viver. Ainda hoje associados à inovação, os lofts vêm se adaptando às necessidades da vida moderna e incorporando elementos tecnológicos com automação de ponta, com ênfase em iluminação, som ambiental e vídeo. O projeto da DW5 Arquitetura para este ano na Casa Cor explora os predicados desse tipo de imóvel, entre eles estão o pé-direito alto e a planta aberta com ambientes conjugados. Uma área social composta de living, sala de jantar, espaço gourmet e uma área íntima em patamar elevado, incorporando closet, escritório, quarto e banheiro no total de 114m².O espaço encontra-se no antigo salão de baile do Petrópole Tênis Clube, um espaço magnífico, iluminado por grandes janelas e porta que dão acessos a um balcão externo. A dupla de arquitetos, Dany Bitencourt e Wagner Costa, vibraram ainda mais ao encontrar paredes maciças na construção de 1940, decidindo deixar os tijolos à mostra com todas as imperfeições e marcas do tempo, tornando se um elemento de destaque no espaço.

 

As paredes cheias de personalidade servem de pano de fundo para as obras de arte que são peças chaves na produção do espaço. Este ano o espaço conta com a Curadoria de Arte de Cézar Prestes, onde temos artistas consagrados e nomes importantes do cenário da arte atual. Entre eles, Tomie Ohtake, Siron Franco, Bianca Santini, Darel Valença Lins e a grande surpresa do espaço, a gravura feita por Iberê Camargo. Um trabalho inédito, do acervo pessoal do curador, onde temos exposto todo o processo de concepção da obra. São oito peças, dispostas de modo linear, desde a primeira transferência da “imagem”da matriz até a obra final. A arte está em todo o espaço, peças clássicas misturadas com obras mais irreverentes, como a escultura do Lobo Branco em tamanho real, feita especialmente para o espaço pelo Jovem Artista Marcos Van Andrade. Importante falar também do mobiliário solto, onde contamos com peças assinadas por designers de peso, como Luia Mantelli, Rejane Carvalho Leite e Ronald (Ronald Scliar Sasson), são poltronas, mesa e luminárias, verdadeiras obras de arte para usar.

 

Tanto na área íntima quanto na área social, tudo foi pensado buscando o conforto extremo. Tecidos naturais, carpete luxuoso e tapetes kilim contemporâneos compõe o espaço e trazem o aconchego. O porcelanato acetinado no banheiro representando as marcas da forma do concreto possui 12 faces diferentes e proporciona uma impressão muito realista, fazendo um link com a parede descascada do living. Os metais são todos em inox escovado, lançamento da Deca, fugindo dos convencionais dourados ou cromados. Na cozinha, as louças e muitos objetos recebem a assinatura de Mariana Prestes, com sua linha Canário Amarelo. Todos os detalhes, livros, revistas e objetos foram selecionados para refletir o conceito Loft for Life.

 

Outra característica marcante são as inovações tecnológicas presentes no espaço, desde os equipamentos até os materiais de acabamentos e móveis. O objetivo é a Simplicidade e Funcionalidade no uso da tecnologia, tudo é acionado com um simples toque de dedos. Foi usada no espaço uma automação de alto padrão, inédita no Rio Grande do Sul, presente em hotéis de luxo, iates e mansões em toda Europa e Estados Unidos, é um sistema único e intuitivo, onde o morador interage com a imagem real do ambiente, tocando diretamente na foto do espaço para que aconteçam as ações ou se formem as cenas de suas preferencias. A automação é integrada também com sistemas de painéis retrateis na divisão dos ambientes, como no quarto e living, o uso da cortina Duette da Hunter Douglas, com uma tecnologia que permite que o ar fique preso entre às células alveolares do painel, dificultando a sua passagem e também a passagem das ondas de som, ou seja, uma solução termo acústica para os ambientes. O espaço ainda conta com um sistema de vídeo projeção em tela translúcida, integrando todos os ambientes. O projetor de alta definição pode ser assistido em todos os cômodos do loft, inclusive a luz do dia, ele se adapta muito bem a ambientes claros. Sem falar ainda dos móveis sob medida, peças únicas desenvolvidas pela Florense que é uma das mais importantes e sólidas grifes mundiais de móveis e referência internacional entre as fábricas de produtos high-end. Entre as peças de destaque podemos citar os roupeiros com revestimento interno todo em couro matelassê, pintura em micro textura perolizadas, nano-tecnologia nos tampos da cozinha (uma superfície que reorganiza as moléculas quando riscada, voltando a sua forma original), sistemas de portas coplanar e taparella automatizada em aço inox que permite fechar uma parte da cozinha escondendo a bagunça do chef quando necessário.

 

Produtos Manjabosco Decor: Reposteiros, Duette Hunter Douglas, Almofadas, Manta e roupa de cama.

 

Fotos: Eduardo Liotti

 

 

 

 

 

 

 


© 2013 Manjabosco. Todos Direitos Reservados - Desenvolvido por Tuiga